Compartilhe:

As RFID’s estão se tornando populares e existem muitos questionamentos sobre seu uso. Mas quais são os usos ideais de RFIDs?

Talvez você esteja pensando em substituir etiquetas por uma tecnologia diferente, como a RFID, ou Identificação por Rádio Frequência em português. Hoje nós vamos falar sobre essa ferramenta e suas diferentes formas de uso.

Esse método tem sido usado por supermercados e lojas em objetos de alto valor, com um uso semelhante ao dos códigos de barras. O RFID possui duas modalidades, uma passiva e outra ativa:

RFID Ativa: Possui uma área de alcance maior que cinco metros, mas pode variar dependendo do aparelho de capitação, em alguns casos chegando a quilômetros. Elas têm uma capacidade de armazenamento e resistência maior, com vida útil de no máximo dois anos. Possuem alto custo de produção e contém bateria interna. Mais usada em produtos de alto valor, como joias e equipamentos eletrônicos.

RFID Passiva: Responde a um sinal de rádio, emitido por uma antena em curta distância. Sua leitura pode ser feita através de um coletor de dados com captura de RFID. As informações gravadas são permanentes, muitas vezes usadas em lojas de roupas e cartões de identificação. É o tipo mais utilizado devido ao baixo custo, no entanto, a leitura das informações depende do ambiente e podem ocorrer interferências.

As RFIDs são recomendadas para uso com propósito de maior duração. Para uso individual e pessoal, onde o tempo de uso seja indefinido, como cartões de estacionamento ou crachás de acesso. Como são vendidas em dólar, seu preço que normalmente é US$ 0.25, pode chegar à até R$ 2 reais devido aos impostos.

Atualmente, a RFID está sendo substituída pela NFC, Near Field Communication, ou Comunicação Por Campo de Proximidade, em português. Essa tecnologia é feita por meio de uma aproximação de chips compatíveis, utilizada até mesmo para realizar pagamentos.

Gostou? Ficou tudo claro? Tem alguma dúvida ou quer saber mais sobre NFC e RFID? Então deixe seu comentário ou mande sugestões para marketing@bcsautomacao.com.br

Imagem: Freepik/Vectorpouch